loader image

Aposentadoria imobiliária: saiba como não depender somente do INSS no futuro

Com as mudanças das regras para a aposentadoria feitas pelo Instituto Nacional de Previdência Social (INSS), surgem algumas inseguranças na maioria dos brasileiros. Mas o que você pode fazer para que seja possível conquistar uma maior segurança financeira ao se aposentar? Vamos entender isso melhor neste artigo.

Entenda como funciona a previdência privada

A previdência privada é uma forma de investir a longo prazo, comumente associada à aposentadoria. Ela funciona com base em duas fases:

  • alocação: investidor faz aportes frequentes;
  • usufruto: quando recebe o montante aportado acrescido dos rendimentos, se houver.

Os recursos aportados são administrados por uma gestora, que faz investimentos. Logo, existem alguns riscos nessa alternativa, que podem ser maiores ou menores, dependendo dos detalhes acordados em contrato.

Para remunerar os serviços e viabilizar a contratação, existem diversos custos, como:

  • corretagem;
  • taxa de administração;
  • taxa de entrada e saída.
  • Ainda, há a tributação do montante, que, normalmente, segue a tabela progressiva do Imposto de Renda (IR) ou um modelo regressivo, com alíquota que varia entre 35% e 10% dos rendimentos.

Como é o investidor que decide a respeito do plano de previdência, tributação e outros detalhes, a contratação costuma ser bem burocrática e complexa.

Aposentadoria imobiliária e seus benefícios

Se você deseja ter um bom padrão de vida no futuro, não dependa somente do valor do INSS, pois ele não garante uma boa renda. Com o custo de vida cada vez mais elevado, a aposentadoria imobiliária vem como uma estratégia assertiva e inteligente. Quando você tem um patrimônio como imóvel, você pode vendê-lo pelo valor de mercado que, sem dúvidas, será um valor alto e te oferecerá um excelente padrão futuro.

Existe também a opção de alugar seu bem.

As principais vantagens de investir na aposentadoria imobiliária é:

  • aumentar a entrada de dinheiro;
  • conquistar uma boa estabilidade financeira;
  • ter mais tranquilidade;
  • garantir uma renda vitalícia;
  • não comprometer o seu orçamento atual mensal.

Como funciona o consórcio imobiliário

O consórcio é formado por um grupo de pessoas que, sob o acompanhamento de uma administradora, se unem para garantir bens ou serviços. Ou seja, é um autofinanciamento. Todo consorciado faz o pagamento das parcelas acordadas mensalmente visando o acesso à carta de crédito.

Para utilizar o crédito, a pessoa precisa ser contemplada, e isso acontece através de sorteio ou lance. Assim, se a contemplação ocorrer antes, o participante recebe o valor investido (carta de crédito), para comprar o bem desejado, e continua o pagamento mensal, de modo a quitar todo o montante.

Em um plano de aposentadoria imobiliária, o consórcio pode ser usado na aquisição de diferentes bens, como imóveis. Com o consórcio imobiliário é possível criar seu próprio plano de aposentadoria imobiliária.

Quer saber como funciona detalhadamente essa estratégia para investir na aposentadoria imobiliária? Entre em contato agora conosco.